CIO On Demand

Conceito relativamente novo, bem difundido no mercado americano, o CIO On Demand refere-se aos serviços que podem ser oferecidos a pequenas e médias empresas, bem como a grandes corporações para atender demandas pontuais de projetos, que precisam de expertise e senioridade de um profissional de TI, mas que não estão prontas, não podem pagar ou onde não se justifica contratar um CIO dedicado em tempo integral.

O papel tradicional do CIO, que é de gestão da informação, sistemas de T.I e custos, elevou-se a um novo patamar que é o da criação de novas vantagens competitivas, novos produtos e novos serviços, razão pela qual a posição de CIO deve se transformar na de um Diretor de Inovação. Assim, uma modalidade de serviço como CIO On Demand permite às empresas de pequeno e médio portes, sob demanda ao longo do tempo, terem acesso aos conhecimentos e know-how de especialistas de tecnologia e telecomunicação, viabilizando assim, e ao mesmo tempo, inovação, alinhamento à estratégia, adição de valor aos negócios e racionalização de custos.

Onde Se Aplica

Pequenas e médias empresas (PMEs) com reduzidos e disputados recursos de TI, mas que precisam de conselheiros de tecnologia e de planejamento estruturado para alavancar crescimento;

 

  • Empresas com escassez de recursos, mas que precisam executar projetos que demandam profissional sênior de TI;
  • Empresas que precisam de uma estrutura transitória para reorganizar suas equipes ou áreas de TI.
Como Atuamos

Alocação de horas part-time do CIO, por semana, mês ou por demanda, de acordo com a estratégia e prioridades do negócio;

 

  • Alocação de CIO interino para suprir gaps enquanto a empresa define ou contrata o gestor definitivo da área;
  • Alocação de CIO para projetos especiais, tais como: desenho de escalabilidade de infraestrutura, estratégias de desenvolvimento de sistemas, escolha de ERPs, continuidade de negócios e recuperação de desastres, etc.;
  • Alocação de CIO para restruturação da TI, “due diligences”, auditorias e etc.
  • Redução de custos fixos de TI, comparado à alocação de CIO em tempo integral;
  • Flexibilidade de incremento e decremento de requerimentos, baseado em alocação de tempo e esforço;
  • Oportunidade para o alinhamento da TI à estratégia da empresa, com uso de expertise de tecnologia para impulsionar os negócios;
  • Melhoria na satisfação dos clientes (internos e externos);
  • Melhorar o ROI dos investimentos em TI e, com isso, elevar a área a um patamar de suporte as operações fim da empresa;
  • Agregar valor ao core business da empresa, aumentando, assim, a competitividade nos negócios;
  • Melhora da excelência operacional da área de tecnologia;